top of page

LEIA

3 de fev. de 2021

Os detalhes que você nunca reparou no escudo do Palmeiras

Esse texto faz parte da série Emblemáticos, que conta as histórias por trás dos principais símbolos futebolísticos do mundo.

por

Fernanda Lima

É POR ISSO QUE O KROSS NUNCA MUDA DE CHUTEIRA
04:37
POR QUE AUTORIDADES SUGEREM M4C0NHA EM VEZ DE ÁLCO0L NA EURO 2024
03:02
ESSA FOI A HOMENAGEM MAIS EMOCIONANTE DO FUTEBOL EM VIDA
04:22
É POR ISSO QUE ESTÃO QUERENDO ACABAR COM O VAR NA INGLATERRA
05:09
POR QUE ESSES JOGADORES FRANCESES ODEIAM A EXTR3MA DIREITA
04:12
POR QUE ESSE GESTO DA TURQUIA NA EURO É TÃO POLÊMICO
06:54
POR QUE OS TORCEDORES JOVENS DA INGLATERRA ESTÃO VICIADOS EM PORR4DA
09:43
POR QUE O MORATA É TÃO CRITICADO NA ESPANHA
06:17
ESSA FOI A COPA AMÉRICA MAIS DESASTROSA DA HISTÓRIA
05:04
O ESTÁDIO MAIS H0STIL DO BRASIL SE CHAMA SÃO JANUÁRIO?
01:42
COMO ESSA TORCIDA INC3NDIOU O ESTÁDIO DO RIVAL
03:36
VOCÊ LEMBRA A HISTÓRIA DESSE TÍTULO QUASE IMPOSSÍVEL NA EURO?
04:14

Quando se fala em time brasileiro que tem orgulho das suas raízes, logo lembra-se do Palmeiras. Com uma paixão impressionante que ajudou o clube a se tornar gigante no Brasil e no continente, milhões de palmeirenses pelo país exaltam o escudo que levam no peito e valorizam cada detalhe do emblema, até porque eles dizem muito sobre a história alviverde.


Em 26 de agosto de 1914, o Palestra Italia foi criado por imigrantes italianos que viviam em São Paulo. E desde aquela época os fundadores já mostravam que o clube seria diferente dos demais e que as ambições eram grandes. Diferente das várias agremiações formadas por italianos na cidade, o Palestra não disputou jogos logo de cara, se organizou para fez testes com jogadores para montar o elenco e treinou muito para conseguir o famoso entrosamento.


Nesse momento, o distintivo institucional era único. O nome por extenso ocupavam grandes espaços nos círculos e as iniciais do clube no centro do contorno da Cruz de Savoia (símbolo da Casa Real Italiana).



Depois dos treinamentos e de superar perdas de jogadores que tiveram que lutar pela Itália na I Guerra Mundial, a estreia finalmente rolou, já em 1915, e o primeiro escudo usado na camisa era relativamente simples: as iniciais do clube sobrepostas.



A mudança de emblema não demorou muito a acontecer. Como o clube disputaria o Campeonato Paulista pela primeira vez no ano seguinte, os dirigentes acharam que seria bom ter um uniforme legal e tal. Resultado: mandaram desembarcar no Brasil camisas com a tradicional Cruz de Savoia.


PRIMEIRA CAMISA USADA PELO PALESTRA EM COMPETIÇÕES OFICIAIS. REPRODUÇÃO: IMORTAIS DO FUTEBOL

Um comentário sobre esse assunto: você deve se lembrar de ver jogadores palmeirenses vestindo camisas parecidas com essa camisa nos últimos anos. Isso porque o clube lançou modelos retrô em 2009 e 2014.


Com o passar do tempo, o Palestra conseguiu se firmar entre os grandes clubes da cidade e ganhar o coração de torcedores brasileiros, ajudado, claro, pelas conquistas de alguns títulos. O escudo com a Cruz, já muito conhecido, foi modificado ao longo dos anos: voltaram as letras, mudou as cores das letras aqui, o formato e as cores de fundo ali... e assim foi até 1959, quando o emblema atual foi criado.



Mesmo mudando de nome e adotando o “Palmeiras”*, em 1942, dando início a uma nova era, a história não foi esquecida e o remodelado distintivo foi inspirado no primeiro - aquele com o vermelho e amarelo predominantes. As oito estrelas, quatro de cada lado, não fazem referência a títulos, mas ao mês de criação da instituição (agosto).



Em 2012, as últimas alterações foram feitas no emblema palestrino. Dentro do círculo menor, um detalhe histórico que geralmente passava despercebido foi corrigido: o interior do contorno da Cruz de Savoia passou a ser preenchido por 26 linhas, representando o dia de fundação do clube; antes eram apenas 13.



E é com esse escudo na tradicionalíssima camisa verde que os palmeirenses têm comemorado grandes títulos. Além do tão sonhado bi da Libertadores, conquistado depois 21 anos e de forma épica contra o rival Santos, foram duas taças de Campeonato Brasileiro, duas de Copa do Brasil, uma de Campeonato Paulista e uma da Série B.


LUIZ ADRIANO E COMPANHIA COMEMORANDO A CONQUISTA DA LIBERTADORES 2020. FOTO: LECO VIANA/ESTADÃO

Falando em grandes comemorações, nos tempos do saudoso Palestra Itália os torcedores costumavam fazer uma das festas de rua mais legais do futebol brasileiro nos arredores do estádio. Hoje, mesmo tendo mudado de endereço e com as proibições impostas pelas leis governamentais, eles, sempre tão fanáticos e orgulhosos da sua história, dão um jeito para honrar o hino e manter a tradição de torcida que canta e vibra.



*Em 1942, o então presidente do Brasil, Getúlio Vargas, proibiu que instituições nacionais usassem nomes ligados à Alemanha, Itália e Japão, países que formavam as Potências do Eixo na II Guerra Mundial. Como o Palestra Italia tinha origens italianas, foi obrigado a mudar. Assim surgiu a Sociedade Esportiva Palmeiras.

ASSISTA

bottom of page