top of page

LEIA

10 de ago. de 2023

Artista recria emblemas do futebol inglês para alertar sobre mudanças climáticas

O artista Kyle Harman-Turner redesenhou emblemas e uniformes de clubes do futebol inglês a fim de chamar a atenção para um dos assuntos mais abordados na política global: as mudanças climáticas.

por

Artur Magalhães

O ESTÁDIO MAIS H0STIL DO BRASIL SE CHAMA SÃO JANUÁRIO?
01:42
COMO ESSA TORCIDA INC3NDIOU O ESTÁDIO DO RIVAL
03:36
VOCÊ LEMBRA A HISTÓRIA DESSE TÍTULO QUASE IMPOSSÍVEL NA EURO?
04:14
POR QUE AINDA EXISTEM ESTADUAIS NO BRASIL
06:30
POR QUE ESSA ATITUDE DO KLOPP DEIXOU TODO MUNDO EMOCIONADO
03:52
ESSA TR3TA DO MESSI QUASE ACABOU COM UM SUPER TIME DO BARCELONA
04:06
QUE P#RRA TÁ ACONTECENDO COM A SELEÇÃO BRASILEIRA?
05:41
VOCÊ LEMBRA DESSAS TRETAS MARCANTES ENTRES IRMÃOS?
13:02
ESSAS SÃO AS VINGANÇAS MAIS ICÔNICAS DO FUTEBOL?
09:24
QUE P#RRA TÁ ACONTECENDO COM O SANTA CRUZ?
04:44
FOI ASSIM QUE ESSA TRANSMISSÃO ENGANOU DUAS TORCIDAS
04:37
É POR ISSO QUE O SÃO PAULO TÁ SENDO CHAMADO DE 'O MAIS POPULAR'
13:27

O artista Kyle Harman-Turner, fundador do Climate Clubs, rodou o mundo com um projeto que mescla futebol e sustentabilidade. Ele recriou emblemas e uniformes de clubes do futebol inglês alertando para os riscos que o meio ambiente corre no século XXI. Segundo o artista, “os problemas climáticos são o maior desafio do mundo, e nada motiva as pessoas como o futebol”. Partindo desse princípio, Harman-Turner criou o Climate Clubs, uma organização sem fins lucrativos que usa do futebol para instigar mudanças ambientais.


Os primeiros uniformes redesenhados foram os do Ipswich Town, do Norwich City e do Chelsea. As faixas de água cortando a camisa reforçam os perigos do aumento do nível do mar em função do aquecimento global e o derretimento das calotas polares. Há cerca de um mês, Petteri Taalas, um dos chefes da ONU, “jogou a toalha” sobre o tema e disse que o planeta já não tem como conter o derretimento das geleiras: “Perdemos”.


CAMISA DO IPSWICH TOWN COM ALERTA SOBRE PROBLEMAS AMBIENTAIS. FOTO: EUGENE NOBLE


As bandeiras dos emblemas reformulados por Kyle foram exibidas na Royal Academy of Arts' Summer Exhibition, famosa exposição de arte que acontece em Londres. Em um dos novos designs, o escudo do Manchester City aparece com a água já cobrindo e afundando o tradicional navio do escudo; em outro, a árvore do Nottingham Forest está em chamas; no do Brentford, um alerta: 13 diferentes espécies de abelhas do Reino Unido já estão extintas.


BANDEIRAS DE CLUBES INGLESES COM ESCUDOS REDESENHADOS. FOTO: EUGENE NOBLE


As bandeiras com os logotipos dos clubes redesenhados estão à venda e todos os lucros são destinados para "organizações que lutam contra as mudanças climáticas". O projeto custou cerca de £ 5.000 de investimento pessoal do artista, e já rendeu quase 7 milhões de impressões digitais.


Confira outros escudos recriados por Kyle Harman-Turner:


Nottingham Forest: 7.7 bilhões de acres foram perdidos por queimadas em 2021.



Hull City: Os tigres estarão extintos até 2070.



Manchester City: Grande parte da cidade pode estar submersa até 2050.



Brentford: Já são 13 espécies de abelhas extintas no Reino Unido.



Birmingham City: As taxas de CO2 na Terra são as maiores em 2 milhões de anos.



West Ham: Nenhum país caminha para manter o aquecimento abaixo de 1,5 °C, como recomendado.



Fulham: 1 a cada 4 campos como Craven Cottage estará inundado em 3 décadas.










ASSISTA

bottom of page