top of page

LEIA

6 de set. de 2023

A nova estrela do Barcelona e a velha disputa África x Europa

Nascido na Espanha, filho de pai marroquino e mãe equato-guineense, o jovem atacante era desejado por Marrocos e Espanha.

por

Cinthia Guimarães

É POR ISSO QUE O KROSS NUNCA MUDA DE CHUTEIRA
04:37
POR QUE AUTORIDADES SUGEREM M4C0NHA EM VEZ DE ÁLCO0L NA EURO 2024
03:02
ESSA FOI A HOMENAGEM MAIS EMOCIONANTE DO FUTEBOL EM VIDA
04:22
É POR ISSO QUE ESTÃO QUERENDO ACABAR COM O VAR NA INGLATERRA
05:09
POR QUE ESSES JOGADORES FRANCESES ODEIAM A EXTR3MA DIREITA
04:12
POR QUE ESSE GESTO DA TURQUIA NA EURO É TÃO POLÊMICO
06:54
POR QUE OS TORCEDORES JOVENS DA INGLATERRA ESTÃO VICIADOS EM PORR4DA
09:43
POR QUE O MORATA É TÃO CRITICADO NA ESPANHA
06:17
ESSA FOI A COPA AMÉRICA MAIS DESASTROSA DA HISTÓRIA
05:04
O ESTÁDIO MAIS H0STIL DO BRASIL SE CHAMA SÃO JANUÁRIO?
01:42
COMO ESSA TORCIDA INC3NDIOU O ESTÁDIO DO RIVAL
03:36
VOCÊ LEMBRA A HISTÓRIA DESSE TÍTULO QUASE IMPOSSÍVEL NA EURO?
04:14

Yamal é a mais nova promessa do futebol. Aos 15 anos e 290 dias de idade, estreou pelo Barcelona na vitória por 4 a 0 contra o Bétis e tornou-se o jogador mais jovem a entrar em campo pela equipe no século. Lamine ainda se tornou o segundo atleta mais novo a atuar pelo clube em toda a história, atrás apenas de Armando Martínez Sagi, de 14 anos e 200 dias, em 1920.


Acostumado a quebrar recordes, o jovem sempre atuou contra atletas mais velhos nas categorias de base, e no time profissional não seria diferente. Pela estreia, o atacante canhoto entrou em campo e quase balançou as redes em poucos minutos. Após atuação, o jovem ganhou a aprovação e elogios do chefe.


– Já mostrou o que é, aos 15 anos não tem medo. Ele tem aquele talento de três quartos do campo que não é fácil de encontrar no futebol mundial. É um jogador com muito potencial e pode ser muito importante no futuro. Ele é uma pessoa que não parece ter 15 anos, ele é maduro. E eu decidi que estava pronto para estrear – declarou Xavi.

Nascido em Mataró, nos arredores de Barcelona, ele é filho de pai marroquino e de mãe equato-guineense e por isso poderia jogar pelas seleções da Espanha, do Marrocos e de Guiné Equatorial.


Com sua ascensão meteórica e destaque nas equipes de base da seleção espanhola, o interesse europeu em levá-lo para seleção profissional aumentou. Além disso, a seleção de Marrocos, que busca filhos da diáspora, sondou Yamal para o time, o que gerou preocupação aos espanhóis.


Segundo o jornal "Marca", o estafe da seleção espanhola se reuniu com o jogador na última semana, o que gerou especulações de que ele seria a grande novidade da lista do técnico Luis de la Fuente.


Por outro lado, em 2022, Marrocos eliminou a Espanha pelas oitavas da Copa do Mundo e Yamal apareceu com a camisa marroquina no vestiário brincando com os jogadores. Isso contribuiu para especulações sobre uma futura convocação do jovem pela seleção africana.


A divulgação do vídeo rendeu comentários racistas nas redes sociais por parte de espanhóis. Algumas mensagens diziam que "ele pode ser espanhol no papel, mas não é espanhol de verdade", e reforçou uma pauta que tem sido defendida por um partido político nacional.


Uma exceção na Espanha, mesmo após o país deixar de ser uma ditadura de extrema-direita, o partido “Vox” defende proibir os imigrantes no país. Em maio, nas eleições regionais, um marroquino foi filmado chutando um cartaz do Vox e xingando militantes do partido. Era Mounir Nasroui, pai de Yamal, dias depois da estreia do seu filho no Barça.


Durante o processo no tribunal, ele se justificou.


"Peço perdão, mas sou humano. No dia, meu filho viajou com a seleção espanhola para Hungria representando o país, e essas pessoas se colocaram ao lado de um colégio público onde há todo tipo de etnias (...) Eles não têm direito de dizer 'vá pro seu país', porque meu país é esse."

Mounir foi condenado a pagar multa de 546 euros, além de indenização ao militante de mais 110 euros. A situação aumentou as dúvidas sobre a escolha de Lamine Yamal pela Espanha, visto que ele era cotado para as Eliminatórias da Euro 2024.


Na última sexta, ele foi convocado pela Espanha e aceitou se juntar à seleção. Caso entre em campo por mais de 3 jogos, estará oficialmente impedido de jogar por Marrocos. Após sua escolha e apresentação à equipe espanhola, o caso repercutiu. Os principais técnicos africanos deram o recado sobre quem for optar pela naturalização.

"Estávamos trabalhando para que ele viesse, mas a decisão final é dele", declarou Walid Regragui, treinador da seleção de Marrocos.


"Repito, não corremos atrás de nenhum jogador" Aliou Cissé, grande nome técnico da seleção de Senegal.

Fato é que Lamine Yamal é uma estrela em ascensão, e onde quer que ele jogue, será observado de perto por fãs e especialistas. A história de Yamal é fascinante e continuará trazendo luz à questão migratória no futebol.

ASSISTA

bottom of page