top of page

LEIA

21 de mar. de 2024

A mãe que realizou o sonho inusitado das filhas na Espanha

O futebol feminino a cada dia ganha mais torcedores tanto dentro quanto fora do campo. Na Espanha, as crianças começaram a pedir por algo inusitado.

por

PELEJA

É POR ISSO QUE O KROSS NUNCA MUDA DE CHUTEIRA
04:37
POR QUE AUTORIDADES SUGEREM M4C0NHA EM VEZ DE ÁLCO0L NA EURO 2024
03:02
ESSA FOI A HOMENAGEM MAIS EMOCIONANTE DO FUTEBOL EM VIDA
04:22
É POR ISSO QUE ESTÃO QUERENDO ACABAR COM O VAR NA INGLATERRA
05:09
POR QUE ESSES JOGADORES FRANCESES ODEIAM A EXTR3MA DIREITA
04:12
POR QUE ESSE GESTO DA TURQUIA NA EURO É TÃO POLÊMICO
06:54
POR QUE OS TORCEDORES JOVENS DA INGLATERRA ESTÃO VICIADOS EM PORR4DA
09:43
POR QUE O MORATA É TÃO CRITICADO NA ESPANHA
06:17
ESSA FOI A COPA AMÉRICA MAIS DESASTROSA DA HISTÓRIA
05:04
O ESTÁDIO MAIS H0STIL DO BRASIL SE CHAMA SÃO JANUÁRIO?
01:42
COMO ESSA TORCIDA INC3NDIOU O ESTÁDIO DO RIVAL
03:36
VOCÊ LEMBRA A HISTÓRIA DESSE TÍTULO QUASE IMPOSSÍVEL NA EURO?
04:14

Sabia que no Brasil, a prática do futebol por mulheres era proibida por lei até o final da década de 70? De lá pra cá algumas coisas mudaram, mas o futebol feminino ainda luta por mais espaço na mídia em geral, e não só no Brasil. 


Na Espanha, a modalidade tem batido recordes de audiência. Em 2019, os estádios lotaram para assistir o Atlético de Bilbao e o Atlético de Madri, por exemplo. Muitos clubes do masculino passaram a investir em equipes femininas depois de perceberem o crescimento e as transmissões dos torneios na TV.


Com o aumento da visibilidade, cresce também a torcida. Nuria Cebrián Bernabé, que tinha apenas 8 anos na época, é uma torcedora fanática do Levante. Indignada com a falta de um álbum da liga espanhola feminina, ela escreveu uma carta diretamente à fabricante de figurinhas. Sua mãe compartilhou o texto da filha nas redes sociais.


Nuria Cebrián segurando a carta que escreveu e uma das primeiras figurinhas recebidas. Foto: Reprodução 


Na carta, a menina informou à Panini que havia muitos times bons na liga feminina, como seu Levante, e até o rival Valencia. Ela pediu um álbum da liga espanhola com suas ídolas estampadas, e termina o texto com a frase: “Meninas ao poder”.


Carta escrita por Nuria à Panini. Foto: Reprodução. 


Ao contrário do que acontece no futebol masculino, não é comum a produção de álbuns de figurinha de campeonatos nacionais femininos. Outras duas garotas irmãs, torcedoras de Sevilla e Barcelona, também sentiam falta de tirar as craques do time do coração nos pacotinhos. 


María Vázquez e as filhas em jogo do Sevilla contra o Levante nas Oitavas de Final da Copa da Rainha 2020. Foto: Arquivo pessoal/ MariquillaVC


A mãe das meninas decidiu então produzir ela mesma duas páginas com figurinhas de Sevilla e Barcelona. Depois de ver a repercussão positiva no Twitter e a vontade das garotas em colecionar mais e mais cromos, ela resolveu fazer o álbum inteiro. Mas muitas fotos de times nunca haviam sido sequer registradas pela mídia. A dificuldade maior era encontrar fotos de elencos atualizadas na internet.


Sem pensar em desistir, ela marcou alguns clubes espanhóis e, para sua surpresa, várias jogadoras dos clubes responderam e se encarregaram de tirar as fotos dos elencos. Resultado? Um álbum praticamente completo e atualizado em 2018. As próprias atletas ficaram orgulhosas de terem seus rostos estampados e chegaram a compartilhar suas figurinhas nas redes sociais.


Cromos enviados pelos clubes e assinados pelas jogadoras. Foto: @MariquillaVC


Álbuns produzidos por María Vásquez. Foto: @MariquillaVC

Em entrevista ao jornal El Diario, Maria Vasquez comemorou o sucesso de sua iniciativa: 


“Quero que minhas filhas se vejam refletidas em esportistas femininas. Mas, acima de tudo, que quando virem meninos jogando futebol, sintam que têm o mesmo direito de jogar.”



ASSISTA

bottom of page